Presidente foi fotografada na tarde desta sexta-feira em Porto Alegre | Foto: Reprodução/G1/OA

Dilma Rousseff se desculpou por ter andado de carro com o neto Gabriel, de 3 anos de idade, sem o equipamento de segurança necessário.

Ao considerar o fato como um “erro”, a presidente disse que a legislação de trânsito diz que crianças devem andar na cadeirinha.

Dilma está em Porto Alegre, onde inaugurou a BR-448 na tarde desta sexta-feira (20). A filha, Paula Rousseff, e o neto da presidente, assim como ex-marido, Carlos Araújo, moram na Capital.

“Estive hoje na casa da minha filha e, de lá, levei meu neto à casa do avô, que fica no mesmo bairro”, relatou Dilma pelo Twitter.

“Meu neto foi abraçado comigo no banco de trás. Foi um erro. A legislação de trânsito é clara: criança tem que andar na cadeirinha. Peço desculpas pelo erro”, escreveu.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, uma infração semelhante a deste caso renderia uma multa de R$ 191,54. É considerada infração gravíssima e a punição ao motorista é sete pontos na habilitação, conforme o artigo 168 da legislação.

 

Fonte: Agência Brasil