Brasília registrou a maior manifestação do país; segundo organizadores, 200 mil saíram às ruas no Distrito Federal | Foto: Lula Marques/ Agência PT / OA

Todos os estados brasileiros e o Distrito Federal tiveram manifestações contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) nesta quinta-feira (31). Segundo organizadores, 824 mil pessoas saíram às ruas em pelo menos 75 cidades. Polícia fala em 159 mil manifestantes no total.

As pessoas que saíram às ruas têm como principal bandeira “não vai ter golpe, vai ter luta”. Os manifestantes apoiam a permanência da presidente Dilma Rousseff no governo com a argumentação de que não há base legal para o impeachment.

Veja o número de manifestantes nas capitais brasileiras segundo os organizadores e segundo a Polícia Militar (PM):

ACRE, Rio Branco
Organizadores: 1 mil;
Política Militar (PM): sem estimativa.

ALAGOAS, Maceió
Organizadores: 5 mil;
PM: 450.

AMAPÁ, Macapá
Organizadores: 300;
PM: não esteve presente no manifesto.

AMAZONAS, Manaus
Organizadores: 6 mil;
PM: 500.

CEARÁ, Fortaleza
Organizadores: 50 mil;
PM: 10 mil.

BAHIA, Salvador
Organizadores: 20 mil;
PM: 12 mil.

DISTRITO FEDERAL, Brasília
Organizadores: 200 mil;
PM: 40 mil.

ESPÍRITO SANTO, Vitória
Organizadores: 7 mil;
PM: 2 mil.

GOIÁS, Goiânia
Organizadores: 10 mil;
PM: 300.

MARANHÃO, São Luiz
Organizadores: 600;
PM: sem estimativa.

MINAS GERAIS, Belo Horizonte
Organizadores: 40 mil;
PM: 5 mil.

MATO GROSSO, Cuiabá
Organizadores: 500;
PM: 250.

MATO GROSSO DO SUL, Campo Grande
Organizadores: 400;
PM: 150.

PARÁ, Belém
Organizadores: 30 mil;
PM: sem estimativa.

PARAÍBA, João Pessoa
Organizadores: 15 mil;
PM: sem estimativa.

PERNAMBUCO, Recife
Organizadores: 90 mil;
PM: 6 mil.

PARANÁ, Curitiba
Organizadores: 5 mil;
PM: 1,5 mil.

PIAUÍ, Teresina
Organizadores: 1 mil;
PM: 500.

RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro
Organizadores: 80 mil;
PM: sem estimativa.

RIO GRANDE DO NORTE, Natal
Organizadores: 40 mil;
PM: 20 mil.

RIO GRANDE DO SUL, Porto Alegre
Organizadores: 80 mil;
Brigada Militar (BM):18 mil.

RONDÔNIA, Ji-Paraná
Organizadores: 1,5 mil;
PM: sem estimativa.

RORAIMA, Boa Vista
Organizadores: 700;
PM: 150.

SANTA CATARINA, Florianópolis
Organizadores: 3 mil;
PM: 1,5 mil.

SÃO PAULO, São Paulo
Organizadores: 60 mil
PM: 18 mil;
Datafolha: 40 mil.

SERGIPE, Aracaju
Organizadores: 30 mil;
PM: sem estimativa.

TOCANTINS, Palmas
Organizadores: 320;
PM: 120.

Manifestações pelo mundo
Algumas cidades no exterior registraram atos pró-permanência de Dilma no governo. Em Londres, Inglaterra, em torno de 60 pessoas estiveram em frente à embaixada brasileira. Na capital da Alemanha, Berlim, um grupo esteve no Portão de Brandemburgo bradando “não vai ter golpe”.

Outras cidades pelo mundo tiveram alguma manifestação parecida. Pelas redes sociais, aparecem imagens de brasileiros nas ruas de Barcelona, na Espanha, Paris, na França e Coimbra, em Portugal.

A capital portuguesa, Lisboa, contou com cerca de 50 pessoas protestando em frente à Faculdade de Direito da Universidade. Os senadores José Serra (PSDB) e Aécio Neves (PSDB), líderes da oposição, estão no Seminário Luso-Brasileiro com demais autoridades e políticos.

Fonte: O Alvoradense