São muitos os cães recolhidos por protetores que precisam de apoio da comunidade | Foto: CCS / Arquivo / OA

Será realizada nesta quinta e sexta-feira, dias 05 e 06, respectivamente a 8ª Feira Municipal de Adoção de Animais Abandonados. A ação acontece das 09 horas às 16 horas, nos dois dias na Praça Leonel Brizola, em frente à Prefeitura.

Na feira anterior, em abril, foram adotados cerca de 30 cães. Além de promover a adoção de animais que foram abandonados nas ruas e praças da cidade, haverá orientações sobre posse responsável, controle de pulgas e carrapatos, distribuição de folders e a presença dos veterinários que atuam no Canil Municipal.

Para realizar a adoção o interessado deve ter mais de 18 anos e levar documento de identidade, comprovante de residência e assinar um termo de responsabilidade pelo cão.

Palestras realizadas nos bairros tem como objetivo informar a população sobre posse responsável e controle de doenças como a dengue através da prevenção como a realizada no último dia 29 no bairro Americana. Na ocasião, a comunidade recebeu orientação quanto aos cuidados com os animais e recebeu a oportunidade de encaminhar cadelas para castração em uma clinica conveniada com a prefeitura. Cerca de 50 cadelas foram encaminhadas para a esterilização o evento.

O projeto da prefeitura e da vigilância sanitária do município é que uma vez por mês um bairro receba a palestra e o encaminhamento para as castrações. A administração firmou convênio com clínica particular para realização de 50 castrações mensais além das esterilizações que já são efetuadas pela equipe da secretaria de Saúde no canil municipal. A castração será feita em cadelas pertencentes a famílias que recebem o Bolsa-Família. A Prefeitura entra em contato com famílias cadastradas e que recebem o benefício para participarem da palestra e garantirem a esterilização dos bichos.

A Prefeitura está atuando com o Programa de Controle Sanitário e de Saúde Animal e Ambiental do Município de Alvorada. O programa, visando a prevenção, proteção e promoção à saúde pública dos animais, se dará por meio de controle e vigilância de animais de interesse epidemiológico, de animais domésticos da saúde ambiental e de educação em saúde.

O programa baseia-se em cinco pilares: educação em saúde; esterilização de cães; registro geral de animais (RGA); adoção responsável e incentivo à legislação pertinente. O programa prevê, entre outras ações, palestras educativas, da área de saúde, sobre posse responsável de animais, e a esterilização de cadelas pertencentes a famílias que recebem o Bolsa-Família.

Fonte: O Alvoradense