Local de encontro da primeira manifestação, entrada da cidade tinha movimento tranquilo por volta das 19h30min | Foto: Jonathas Costa/OA
Local de encontro da primeira manifestação, entrada da cidade tinha movimento tranquilo por volta das 19h30min | Foto: Jonathas Costa/OA

Diferente da primeira manifestação, quando três mil pessoas participaram da caminhada que seguiu da entrada da cidade, pela avenida Presidente Getúlio Vargas, até a frente da prefeitura, desta vez menos de dez pessoas se encontraram para o protesto desta segunda-feira.

Durante a tarde já era possível notar que o evento desta noite não tinha a mesma adesão da vez anterior. A diferença era visível nas ruas.

Naquela sexta-feira um clima de medo e tensão pairou sob a cidade ao longo de todo o dia. Grupos menores trataram de espalhar todo tipo de boato pela internet, levando grande parte da população a ficar em casa.

Já nesta segunda, não houve nenhum clima de apreensão. O comércio funcionou normalmente. Mesmo após às 19h, horário previsto para começar a manifestação, lojas, farmácias e bares permaneciam abertos ao longo da avenida.

Fora da normalidade ficou apenas o contingente de agentes da Brigada Militar no Centro. Com o efetivo reforçado, várias viaturas da BM realizaram rondas na Presidente Getúlio Vargas no início da noite.

Na frente da prefeitura também não foi registrado nenhuma movimentação.

Paço Municipal também não registrou movimentação no início da noite desta segunda-feira | Foto: Jonathas Costa/OA
Paço Municipal também não registrou movimentação no início da noite desta segunda-feira | Foto: Jonathas Costa/OA

Fonte: O Alvoradense