Foi apagada a arte realizada durante o Alvorada é Só Rap

Prefeitura afirma que abriu espaço para novo grafite que será feito no domingo

642
Foto: Divulgação / OA

Um grupo de grafiteiros e também a comunidade alvoradense foi surpreendida esta semana quando a arte realizada durante o evento “Alvorada É Só Rap 5”, em 26 de junho, foi apagada.

Três artistas, Paulo Ice, Jaque Vieira e Bart, haviam coberto a base do palco central da Praça João Goulart com desenhos coloridos e o novo visual agradou a muitos. Contudo uma camada de tinta branca cobriu o espaço e houve grande repercussão contrária, inclusive com denúncia de motivação política. “Acho um desrespeito à arte de rua e à cultura hip-hop. Não ganhamos nada para fazer o painel, porque apagar o mural que estava embelezando a praça?”, questionou Paulo Ice.

Ainda que os artistas afirmem que o evento do dia 26 não possuía conotação partidária, entre os apoiadores estavam as deputadas Federal Fernanda Melchionna e Estadual Luciana Genro, ambas do Partido Socialismo e Liberdade (PSol), que cederam o som e o gazebo utilizados no evento. Também foi instalada uma banca do partido pelo rapaz que fez o carreto dos equipamentos.

A deputada Fernanda Melchionna afirmou estar chocada com a ação: “Fico indignada com tamanho desrespeito à arte e aos artistas. Acompanhei a criação do movimento, que entendo ser fundamental para a integração dos jovens da cidade. Mas parece que a arte incomoda muito o prefeito de Alvorada. É absurdo que o prefeito destrua um presente dado para a comunidade. Quem censura as artes não está ao lado do povo. Alvorada não merece isso”.

Nova arte

Por outro lado, a Administração Municipal afirma que removeu a grafitagem para abrir espaço a um novo evento, High Sessions 2022, que acontece no próximo domingo (24).

Ressalta que “a fim de respeitar o trabalho dos artistas, assim como a liberdade de expressão, …manteve a exposição da arte pelo período de 15 dias”.

Confira a nota na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Alvorada vem por meio desta nota informar que recebeu do coletivo de periferias Embolamento Cultural, pedido para utilização do espaço público do anfiteatro da Praça João Goulart, localizada na parada 48, para data de 26 de junho de 2022. O pedido tratava-se da realização do evento “Alvorada É Só Rap 5” sem solicitação ou qualquer menção para a realização de grafitagem, a qual ocorreu por conta dos membros do coletivo. Ocorre que no dia 03/05 a Prefeitura Municipal já havia emitido autorização para o grupo Êtcha Kramulha, para que no dia 10/07, realizasse o Evento High Sessions 2022, o qual consistia em um Campeonato de Skate, Batalha de Breaking e Grafitagem do espaço. Desta forma, a fim de respeitar o trabalho dos artistas, assim como a liberdade de expressão, a Prefeitura Municipal manteve a exposição da arte pelo período de 15 dias, a qual passado esse período, foi removida para a nova grafitagem que será realizada no próximo domingo, dia 24/07. Cabe ainda informar que esta grafitagem deveria ter ocorrido no dia 10/07, mas por motivos alheios a vontade dos participantes, não pode ser realizada na data do evento”.