Foto: Leandro Osório/ Especial Palácio Piratini / OA

Nesta terça-feira (29), o Governo do Estado confirmou que, a partir da próxima semana, será dado um passo importante para a liberação de eventos de maior porte no Rio Grande do Sul. Conforme o governador Eduardo Leite havia comentado nos últimos dias, na próxima semana devem ser divulgadas regras para realização de eventos como: atividades culturais, feiras e shows em regiões que estiverem há, pelo menos, duas semanas em bandeira amarela ou laranja, risco baixo e médio de contágio para a Covid-19, respectivamente.

Mais detalhes sobre a liberação serão divulgados posteriormente, entretanto o Governo Estadual definiu que só poderão liberar eventos de maior porte os municípios que já tiverem realizados todos os protocolos necessários para retorno das aulas presenciais. Segundo o governador Eduardo Leite, essa obrigação tem como intuito estabelecer uma escala de prioridades para o retorno.

“Temos uma prioridade na questão das liberações. Faremos a liberação para eventos somente em municípios nos quais as aulas presenciais já estiverem retornando. Não faz sentido haver liberação de eventos sem ter havido o retorno das aulas. É importante priorizar o ensino, a aprendizagem de nossas crianças e jovens, em relação a outros tipos de atividades”, destacou Leite.

De acordo com o Governo do Estado, a liberação se deve ao fato de o RS ter apresentado estabilidade na demanda de leitos de UTI e, em setembro, ter registrado uma redução no número de internações e de óbitos. “Há, portanto, uma clara redução na incidência da doença no Estado. Por isso, temos dado, passo a passo, algumas condições para o retorno de algo próximo à normalidade como conhecíamos”, concluiu o governador.

Nesta segunda-feira (28), o Gabinete de Crise havia liberado a realização de quatro eventos de grande porte que ocorrerão a partir de novembro: o Festival Internacional de Turismo (Festuris), a Feira de Calçados e Acessórios Zero Grau e o Natal Luz, que serão realizados em Gramado, e a Feira de Inovação Industrial (Mercopar), que ocorre em Caxias do Sul.