Grupo de segurança preventiva cria aplicativo gratuito para celular

App dos Vigilantes Comunitários deve ser lançado em 30 dias

 

Os Vigilantes Comunitários (V), grupo de segurança preventiva formado por moradores dos bairros Algarve/Porto Verde está com uma novidade para seus componentes. “Em 30 dias estaremos disponibilizando, de forma gratuita, o aplicativo Vigilantes Comunitários”, informa Alex Steffani, um dos idealizadores do grupo.

A ideia surgiu em 07 de setembro de 2015, com o objetivo de oferecer mais segurança ao bairro. “Somos um grupo de prevenção, pois temos consciência que o combate ao crime é função do Estado, através dos órgãos de segurança pública”, diz Alex. Entre as ações estão centenas de carros de moradores identificados com adesivo reflexivo, e os vários grupos de whatsapp, que se comunicam sempre que há situações estranhas nas ruas dos bairros.

Hoje o grupo Vigilantes Comunitários conta com 2.200 membros e sua atuação chama a atenção em âmbito local e estadual. Nos próximos dias estarão recebendo título de Honra ao Mérito da Câmara de Vereadores de Alvorada e já estiveram em contato com a Secretaria de Comunicação do Governo do Estado, que quer marcar reunião para mais informações do aplicativo.

Nos últimos dias o Vigilantes Comunitários realizou uma ação conjunta, catalogando 132 postes sem luz no bairro e protocolando um pedido conjunto na Secretaria Municipal de Obras e Viamão (Smov).

App V
Quanto ao aplicativo Vigilantes Comunitários, que será gratuito, pretende atender uma necessidade básica do cidadão no que se refere à segurança preventiva. Conforme Alex, unindo e organizando vizinhos de rua, bairro, cidade e, até mesmo, do Estado, de maneira que as informações pertinentes sobre possíveis assaltos e delitos possam salvar vidas em tempo real.

“Estamos falando do melhor e mais completo aplicativo de utilidade pública do país. Com o Vigilantes Comunitários é possível conhecer vizinhos e saber tudo que ocorre em sua rua mesmo estando longe de casa”, explica. É possível procurar animais e pertences perdidos no bairro na função “achados e perdidos” e saber quais ruas são mais violentas, quais paradas de ônibus tem índice menor de assaltos no bairro, além de botões de chamada instantânea para a polícia. Além disso, o usuário vai encontrar o comércio local, que pode oferecer descontos e vantagens.

Fonte: O Alvoradense

- PUBLICIDADE -