Quatro cachorros foram mortos e um cadela se feriu | Foto: Alina Souza / Correio do Povo / OA

O uruguaio Juan Antonio Alvarez La Casa, de 69 anos e que atua há mais de 40 como protetor de animais, perdeu todos os seus pertences em um incêndio em sua casa na madrugada de domingo. Ele morava em um trailer instalado num terreno baldio de Gravataí, onde mantinha sob seus cuidados 16 cães. Três deles e um filhote morreram e uma cadela que salvou três dos seus filhotes sofreu várias queimaduras durante o resgate.

O protetor declarou que estava dormindo e foi acordado com os latidos dos cachorros. Ao observar pela janela, Juan ouviu ameaças e chegou a ver o autor do incêndio segurando um galão de combustível e uma barra de ferro.

A ação dos bombeiros não conseguiu evitar a perda dos pertences da vítima. O caso está sendo investigado por agentes da Polícia Civil. Alguns moradores de Gravataí e vizinhos que se mobilizaram com a situação ofereceram doações em apoio, inclusive de tratamento para a cadela que teve queimaduras. O “castelhano”, como é conhecido na vizinhança, continua sem ter onde morar. Suspeita-se de que o ataque tenha sido motivado por uma disputa do terreno onde ele mora.

Fonte: Rádio Guaíba