Inter joga mal e empata em 2 a 2 com o Salgueiro | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA
Inter joga mal e empata em 2 a 2 com o Salgueiro | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA

A classificação na Copa do Brasil já era esperada, mas o empate no segundo jogo com o Salgueiro não agradou a torcida do Inter na noite desta quinta-feira.

O time do técnico Dunga mostrou pouco interesse pela partida nos sertão pernambucano, sofreu dois gols e o placar terminou 2 a 2. O Colorado criou raras chances no setor ofensivo e foi salvo pelo goleiro Alisson – ao pegar pênalti –, em um jogo sonolento das oitavas de final do torneio nacional.

O Inter se preocupou com a defesa e fazer o tempo passar nos primeiros 45 minutos de jogo. Com a desvantagem do primeiro jogo, o Salgueiro tomou a iniciativa da partida e foi ao ataque. O time da casa até chegou a criar algumas situações de gol, mas a baixa qualidade técnica não permitiu que a equipe pernambucana levasse perigo ao gol colorado.

Com três minutos, Rodolfo armou a primeira oportunidade do Carcará do Sertão. O meia deixou Airton para trás e arrematou de longe, só que por cima do gol. Logo depois, Elvis trocou passes com Kanu e colocou a bola na área. Alex apareceu na hora certa para afastar o lance.

O Inter só chegou na frente aos nove minutos de jogo. O meia Jorge Henrique fez bela jogada individual e chutou do lado esquerdo. Mas a conclusão saiu fraca e o goleiro Mondragon segurou a bola com tranquilidade. Dois minutos depois, Yerien recebeu bom passe em velocidade, só que se atrapalhou antes do arremate e Alan mandou para escanteio.

Se os atacantes não conseguiam produzir, Jorge Henrique chamou a responsabilidade de abrir o placar. Aos 13 minutos, ele bateu forte da entarda da área. A bola desviou no caminho e Mondragon não alcançou. O gol deixou o jogo ainda mais sonolento. O Inter preferiu evitar a fadiga, enquanto o Salgueiro se desanimou com a tarefa de vencer por quatro gols de diferença.

Aos 18, Alemão cobrou escanteio fechado, o Salgueiro desviou no primeiro pau e a bola passou na frente do gol. Se a missão era praticamente impossível, Elvis começou a fazer bonito na frente. Dez minutos depois, o atacante deu um chapéu no marcador colorado dentro da área, mas completou fraco. Alison segurou com calma.

Daniel ainda arriscou um chute de longe, que passou perto da trave. Em outro lance, Ronaldo Alves furou em bola sozinho, mas o Salgueiro não aproveitou o erro.

Colorados enfrentam o Atlético-PR na próxima fase da Copa do Brasil | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA
Colorados enfrentam o Atlético-PR na próxima fase da Copa do Brasil | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA

A qualidade do duelo melhorou um pouco no segundo tempo. O Salgueiro continuou em cima e o Inter teve alguns lampejos, principalmente após sofrer o gol de empate. O Carcará criou boas chances, mas Alisson foi o nome colorado e salvou o time em alguns lances.

Aos cinco minutos, o árbitro marcou pênalti para o time da casa após a bola bater no braço de Alan dentro da área. Alisson mostrou serviço logo aos cinco minutos, ao espalmar a cobrança de Elvis no canto.

Aos 11 minutos não deu para o goleiro do Inter. Depois de falta levantada na área, Ranieri subiu mais que a marcação e cabeceou para o fundo das redes – 1 a 0. E Alisson evitou que o mandante virasse o jogo na sequência. Após levantamento, a bola sobrou na área e o goleiro saiu da meta para afastar o perigo.

O Inter aproveitou as jogadas de contra-ataque e Alex fez 2 a 1. O meia pegou a bola em velocidade aos 16 minutos e soltou uma bomba no canto, sem chance para Mondragon. Damião quase ampliou aos 22. Ele recebeu lançamento perto da área e tentou encobrir o goleiro do Salgueiro, que deu um tapa salvado. Em seguida, Ronaldo Alves surgiu livre na pequena área e perdeu uma chance incrível.

O Salgueiro cansou e praticamente desistiu da partida do meio para o final do jogo. O Inter administrou a partida e abusou da troca de passes, na expectativa pelo fim de jogo. Se o Colorado não queria mais nada com o jogo, Daniel aproveitou um erro da zaga e garantiu o empate em 2 a 2, em casa, com chute da entrada da área.

Fonte: Correio do Povo