Entre os dias 3 e 21 de setembro, a Justiça Eleitoral gaucha recebeu 102 solicitações de eleitores com deficiências ou mobilidade reduzida, que informaram suas condições com objetivo de facilitar seu acesso as mesas de votação na eleição do próximo dia 7. Das 102 solicitações 93 foram atendidas. Como resultado da iniciativa, 48 seções eleitorais foram realocadas em locais com melhores condições de acessibilidade em todo Estado. Os demais eleitores já votam em locais acessíveis.

Em muitas zonas eleitorais, muitas seções já estão localizadas em andares térreos dos prédios. Em alguns municípios, no entanto, a oferta de locais propícios à ocorrência das votações dificulta o eventual realocamento de eleitores com deficiência, o que ressalta a importância do contato do cidadão com seu cartório eleitoral, para que as medidas necessárias de acessibilidade sejam tomadas.

A ação desencadeada no inicio de setembro seguiu uma determinação da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral publicada em 19 de junho deste ano instituiu a criação pelo Tribunal Regional Eleitoral (TER-RS) do Programa de Acessibilidade na Justiça Eleitoral. A comissão interdisciplinar para tratar o tema é formada por servidores da assessoria de planejamento estratégico, diretoria geral, secretarias da corregedoria, de tecnologia da informação, de administração e de gestão de pessoas e da assessoria de comunicação social.

Fonte: O Alvoradense