Grupo foi recepcionado nesta segunda-feira no Salão Nobre da prefeitura | Foto: CCS/Divulgação/OA
Grupo foi recepcionado nesta segunda-feira no Salão Nobre da prefeitura | Foto: CCS/Divulgação/OA

Após passar por avaliação e por um período de ambientação nos estados onde vão trabalhar, 2,1 mil profissionais com diploma estrangeiro do Programa Mais Médicos começaram nesta segunda-feira (4) o atendimento em unidades básicas de Saúde de todo o País.

Em Alvorada os trabalhos começam nesta terça-feira nas Unidades Básicas de Saúde.

O grupo foi avaliado durante três semanas por professores de universidades federais e teve testados os conhecimentos em língua portuguesa e nos protocolos de atenção básica do Sistema Único de Saúde.

Durante a manhã, os seis profissionais vindos de Cuba foram recepcionados pelo prefeito Professor Serginho e pela secretária de Saúde, Janete Conzati.

Eles fazem parte do segundo grupo de médicos que chagaram aos país para trabalhar em cidades do interior e nas periferias das grandes cidades. Outros 1,5 mil médicos da primeira etapa do programa que estão trabalhando em regiões carentes, segundo balanço do Ministério da Saúde.

Esses profissionais da segunda etapa do Mais Médicos tiveram os registros emitidos pelo Ministério da Saúde, conforme previsto em medida provisória aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela presidente Dilma Rousseff.

Inicialmente, essa atribuição era do Conselho Federal de Medicina, mas após polêmica e demora na concessão dos registros, a atribuição foi transferida do órgão de classe, que ficará com a função de fiscalizar o trabalho dos estrangeiros.

Fonte: Agência Brasil