Lula está impedido de exercer o cargo de ministro-chefe da Casa Civil | Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas/OA

O Ministério Público de São Paulo (SP) solicitou a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto e do empreiteiro da OAS Léo Pinheiro. Na mesma situação estão outros dois investigados do caso Bancoop – Cooperativa Habitacional dos Bancários de SP.

Lula e família estão sendo acusados de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica ao supostamente ocultar a propriedade de um triplex no Guaruja, Rio de Janeiro. O imóvel está registrado oficialmente em nome da construtora OAS.

Nesta semana o ex-presidente foi levado pela Polícia Federal a depor na 24ª fase da operação Lava Jato, que investiga esquemas de corrupção envolvendo a Petrobras. Esta denúncia também envolve empreiteiras que estariam ligadas ao triplex e a um sítio em Atibaia frequentado por Lula.

Fonte: O Alvoradense