Em abril, Dona Cila conversou com O Alvoradense sobre o aniversário de 28 anos do bairro que ajudou a fundar | Foto: Samuel Silveira / OA
Em abril, Dona Cila conversou com O Alvoradense sobre o aniversário de 28 anos do bairro que ajudou a fundar | Foto: Samuel Silveira / OA

Morreu nesta terça-feira (5), aos 74 anos, Cila Santana Alvarez, uma das responsáveis pela ocupação histórica que deu origem ao bairro Onze de Abril em 1987.

O velório ocorre no Cemitério Parque São Jerônimo e o sepultamento está marcado para as 14h desta quarta-feira.

Histórico de lutas
Líder comunitária e filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), Dona Cila, como era conhecida, foi costureira e lavadeira. Teve três filhos, um deles, Dorvalino Santana Alvarez, que foi vereador em 2000 e chegou a disputar a prefeitura de Alvorada em 2004.

Ela foi presidente da Sociedade de Amparo e Assistência Social (Sampas), responsável por garantir serviços básicos para os moradores do Onze de Abril na década de 80, considerado a primeira grande ocupação da América Latina.

Em abril deste ano, quando o bairro comemorou 28 anos de fundação, Dona Cila concedeu entrevista a’O Alvoradense. Orgulhosa, definiu a região que ajudou a construir como “um grande bairro, com algumas dificuldades, mas que oferece aos moradores uma boa qualidade de vida.”

Um dos pontos que mais gostava na região era a praça Emílio Rodrigues. No local será erguida uma escola de ensino infantil, obra que deixava dona Cila com dois corações. “Vão usar parte da praça para construir a escola, e isso me entristece um pouco, mas é uma grande conquista para a comunidade.”

Fonte: O Alvoradense