Foto: Polícia Civil / DRV – DEIC / OA

Novamente Alvorada foi alvo de operação policial na região metropolitana. A Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira (3), nova operação com objetivo de desmantelar uma organização criminosa especializada no roubo a veículos e que atuava na Capital e Região Metropolitana. Além do roubo, também realizavam receptação, adulteração de sinais identificadores e porte ilegal de armas de fogo.

Foram presos 16 suspeitos e cumpridas 32 ordens judiciais, sendo 16 mandados de busca e apreensão e 16 de prisão em cinco municípios: Alvorada, Canoas, Charqueadas, Nova Santa Rita e Porto Alegre.

Quatro dos suspeitos já se encontravam encarcerados no regime fechado e três no semiaberto. Participaram da operação 80 policiais civis de diversos departamentos especializados, sendo os trabalhos coordenados pela Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubo de Veículos (DRV / DEIC).

As investigações iniciaram em julho de 2019, quando os policiais civis descobriram a existência de um esquema criminoso com base em Canoas. Os suspeitos sempre planejavam e executavam os roubo de veículos com armas de fogo municiadas, agindo principalmente na Capital, mas também na Região Metropolitana.

Foi apurado que os suspeitos aproveitavam de momentos de distração, para então atacar, sempre armados e levando o carro e todos os pertences das vítimas. Após, adulteravam ou clonavam os  sinais identificadores como placas, numeração de vidros, chassi e/ou motor dos veículos e os repassavam a outras quadrilhas especializadas em roubos a estabelecimentos comerciais, de cargas, entre outros.

Os investigados possuem diversos antecedentes policiais, entre eles roubo de veículos, adulteração de sinal identificador, receptação, roubo a pedestre, roubo a transporte coletivo, homicídios, tráfico de drogas, roubo a estabelecimento comercial, porte ilegal de armas de fogo, dano qualificado à tornozeleira eletrônica…