A taxa de desemprego apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ficou em 5,8% no mês de maio, ante os 6% registrados no mês de abril. Pelo segundo mês consecutivo as taxas são as mais baixas registradas desde 2002 quando iniciou a série histórica.

Das seis regiões metropolitanas analisadas no país, Porto Alegre apresentou, mais uma vez, o índice mais baixo de todas as áreas pesquisadas pelo instituto. Com um índice de 4,5% a capital apresentou um leve recuo em relação ao mês de abril quando teve um índice de 4,7%.

O rendimento médio real dos trabalhadores apresentou variação negativa em maio quando comparado ao mês de abril, mas aumento de 4,9% em relação a mesmo período de 2011. Em Porto Alegre, o rendimento médio recebido pelos trabalhadores em maio foi de R$ 1.633,30 acima apenas do valor apurado em Recife e Salvador

 

 

Fonte: O Alvoradense