Plebiscito Popular sobre privatizações no Estado vai até domingo

Em Alvorada os locais de votação são a sede do SIMA e a praça central

113
Foto: SIMA / Divulgação / OA

O Plebiscito Popular sobre as Privatizações no Rio Grande do Sul está registrando o voto dos gaúchos de forma online e ou em urnas distribuídas em 200 municípios até domingo (24). Em Alvorada, os locais de votação são a sede do SIMA, na rua Wenceslau Fontoura, ou na Praça Central João Goulart, parada 48.

Organizado pela CUT-RS, centrais sindicais, movimentos sociais e populares e partidos políticos, a iniciativa integra a campanha Primavera da Democracia e pretende revelar a opinião da população gaúcha sobre a venda do patrimônio público do Estado ao setor privado.

A votação pode ser feita pelo site decidimrs.com.br, além da forma física. Para votar on-line, basta acessar a plataforma, lançar o nome e o CPF e registrar sua opinião.

Privatizações

O plebiscito popular não tem força legal, mas se constitui em movimento de pressão política contra as privatizações. A consulta à população sobre a venda de estatais era uma condição prevista na constituição estadual, mas essa exigência foi derrotada em votação de segundo turno na Assembleia Legislativa em 1º de junho.

Em julho foi aprovado, por maioria de votos dos deputados, um pacote de privatizações da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), Companhia Riograndense de Mineração (CRM) e Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás).