Entre os 28 presos estavam os apontados pela investigação como líderes da quadrilha | Foto: Policia Civil / Divulgação / OA

A operação Ponto Final da Polícia Civil desarticulou, na manhã desta quinta-feira (28) uma das maiores quadrilhas de roubo, receptação e clonagem de veículos do Estado.

De acordo com informações passadas pela Policia Civil a quadrilha teria roubado mais de 100 veículos, nos últimos sete meses.

A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão aos Roubos de Veículos do Departamento estadual de Investigação Criminal (DEIC) prendeu 28 pessoas, incluindo os três lideres da quadrilha e apreendeu: armas, munição, dinheiro, rádios comunicadores, chaves e documentos de veículos roubados.

Os 48 mandatos de busca e apreensão e os 36 de prisão foram cumpridos nas cidades de Alvorada, Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Viamão em Santa Catarina.

Segundo o delegado Juliano Ferreira, um dos coordenadores da ação, a quadrilha era muito bem organizada e na maioria das vezes atuava sob encomenda. “Já que em poder de documentos de veículos clonados eles roubavam os carros com as mesmas características”, explicou.

Conforme o delegado Arthur Raldi, que também esteve à frente da operação, cada membro da organização tinha uma função específica. Alguns eram responsáveis pela clonagem, outros eram encarregados de confeccionar os documentos dos veículos, e outros pelos roubos dos automóveis.

“Por algumas vezes a quadrilha usava carros com características de viaturas policiais, abordando as vítimas para realizarem o roubo do veículo”, relata.

A quadrilha vinha sendo investigada desde março deste ano após dois veículos serem roubados no bairro Coqueiros Zona Norte da Capital. A ação contou com cerca de 250 policiais utilizando 100 viaturas e o apoio aéreo com o helicóptero da Polícia Civil.

Os presos foram encaminhados para o DEIC e, após serem ouvidos, serão encaminhados ao sistema prisional.

Munição, chaves e documentos de veículos roubados foram apreendidos pela polícia | Foto: Policia Civil / Divulgação / OA
Munição, chaves e documentos de veículos roubados foram apreendidos pela polícia | Foto: Policia Civil / Divulgação / OA

Fonte: O Alvoradense