Grupo protestou no Salão Nobre na manhã desta segunda-feira | Foto: Jonathas Costa / OA

Faltando uma semana para acontecer a Parada Livre de Alvorada, a Prefeitura decidiu cancelar o evento. A equipe organizadora, que desde o início de novembro se reunia para planejar a ação – uma das maiores do calendário festivo da cidade – foi pega de surpresa. Parte do grupo realizou um protesto na manhã desta segunda-feira (12) no Salão Nobre.

Segundo os organizadores, o governo havia limitado os gastos em R$ 8 mil, a fim de que não fosse necessário realizar licitação, o que atrasaria todo o processo. A verba é oriunda do setor DST/Aids da Secretaria de Saúde e só pode ser gasta em ações que visem a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Tradicionalmente a Parada Livre ocorre para, durante os shows, alertar a população sobre o perigo das doenças.

Foi solicitado três orçamentos distintos para cada um dos itens necessários. Depois que tudo foi captado, a Prefeitura realizou os empenhos (ordens de pagamento). Na última semana, também havia se comprometido com a sonorização.

Na sexta-feira, contudo, o grupo foi avisado de que “por problemas burocráticos”, não seria possível realizar o evento. “Eles nos disseram que não seria possível deixar gastos para o outro governo pagar”, disse nesta manhã uma integrante da organização.

Os manifestantes também solicitaram as atas das reuniões, para comprovar que o grupo vinha se reunindo periodicamente com o governo para tratar do evento. Por meio de um guarda municipal, a secretaria de Saúde informou ao grupo que as atas foram extraviadas.

Além do fato de cancelar o evento, o grupo também reclama do prejuízo de parte dos artistas que iriam se apresentar terão. Eles abriram mão dos cachês em outras agendas para participar, gratuitamente, do evento em Alvorada.

Na semana passada o jornal O Alvoradense revelou que o município voltou a subir no ranking nacional de incidência de Aids.

Até a última atualização desta matéria, a Prefeitura não havia se manifestado sobre o caso.

Fonte: O Alvoradense