Nova versão do Estética Urbana, que esteve em cartaz na Capital, reuniu música, artes plásticas e poesia | Foto Divulgação
Nova versão do Estética Urbana, que esteve na Capital, reuniu música, artes plásticas e poesia | Foto Divulgação/OA

Em 2007 o músico Maninho Melo apresentou sua primeira versão do show Estética Urbana. Naquele ano, os músicos interagiam com bailarinos e artistas circenses em um cenário que remetia, entre outras coisas, à infância e sua alegria pura.

Desta vez, Maninho Melo volta aos palcos com outro espetáculo, que integra o projeto Estética Urbana. Trata-se da promoção do diálogo com as artes plásticas, a poesia e sua música.

Em temporada no último final de semana no auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo, em Porto Alegre, Maninho afirma que o próximo passo é a montagem de um DVD do show, que contou com três atos, cada um com quatro canções que se mostraram ao público de uma forma nova e original.

Fabiano Gonçalves, Sid Martins, Márcia Antunes e Eloenes expuseram durante o concerto e acompanharam Maninho os músicos Leandro Oliveira, Gian Becker e Fernando Eiber, em uma formação completamente diferente da de 2007. “Não é o mesmo show de oito anos, apesar do mesmo nome. É uma proposta e outra leitura, que traz novidade ao meu público”, considerou o cancioneiro.

Fonte: O Alvoradense