Senado passa a ser responsável pela análise do processo de impeachment

Parecer de comissão especial de senadores pode afastar ou não Dilma Rousseff do cargo

463
Senado recebe processo de impeachment de Dilma Rousseff | Foto: Moreira Mariz / Agência Senado / Arquivo OA

Após aprovação em votação na Câmara dos Deputados, o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) passa para análise do Senado. Ele será enviado nesta segunda (18) e lido no plenário da Casa na terça (19).

Os 81 senadores irão compor a comissão que analisará o assunto. Este grupo, com 21 parlamentares titulares e 21 suplentes, terá 48 horas para se posicionar. Como quinta (21) é feriado, o parecer deve sair na próxima segunda (25).

[wp-svg-icons icon=”file-4″ wrap=”b” color=”#dd9933″] Entenda o processo do impeachment

Esta comissão fica responsável por sinalizar a admissibilidade ou não do impeachment. Caso aprovada – o que deve acontecer entre 10 e 11 de maio -, a presidente ficará afastada do cargo por, no máximo, 180 dias. Neste período assume o vice-presidente Michel Temer (PDMB).

Fonte: O Alvoradense