Categorias C, D e E passaram a ter necessidade do exame toxicológico | Foto: Divulgação/OA

Fazer a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou renová-la fica mais caro a partir desta segunda-feira (1). O aumento no preço é por conta do reajuste anual que acontece em todas as tarifas referentes aos veículos. A alta chega também nos serviços prestados pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs).

Com o aumento, o Departamento Estadual de Trânsito fará alterações na remuneração de profissionais. Entraram em vigor nesta segunda seis portarias publicadas no site do Detran/RS.

A tarifa tem como base a evolução da Unidade de Padrão Fiscal (UPF) gaúcha, sofrendo correção de taxas e tributos conforme a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-E). A Secretaria da Fazenda fixou a UPF em R$ 17,1441 neste ano, com correção de 10,71% do IPCA-E.

Quase tudo oferecido pelo Detran/RS sofreu alta no custo. Confira o preço de cada serviço antes e depois do reajuste:

Categoria A
De R$ 1.464,69
Para R$ 1.621,32

Categoria B
De R$ 1.715,19
Para R$ 1.959,02

Categoria AB
De R$ 2.693,84
Para R$ 3.042,35

Renovações comuns
Particulares – de R$ 177,50 para R$ 196,51
Profissional – de R$ 233,63 para R$ 258,66

Fonte: O Alvoradense