sábado, 4 de julho de 2020
- PUBLICIDADE -

Tópico: Tróia

A subjetividade do Cavalo de Tróia

A história conta que um soberano ganhou de presente um enorme cavalo de madeira, como prova de amizade ou de trégua entre as disputas que os lados opostos mantinham. Acreditando em Papai Noel, embora não fizesse parte das tradições da época, ou por não acreditar que não existe almoço de graça, aceitaram o presente do inimigo e o colocaram no pátio do castelo. À noite, enquanto os soldados dormiam, de dentro da enorme barriga oca do animal saíram os soldados do bonzinho inimigo, matando-os em pleno sono e abrindo os portões para que o resto das tropas inimigas entrasse...