Os trabalhadores dos Correios retornaram às atividades na manhã desta sexta-feira. A decisão foi tomada depois que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) julgou o Dissídio Coletivo da categoria. O retorno foi marcado para a zero hora do dia de hoje. Na sessão os ministros decidiram pelo reajuste de 6,5% e também pela legitimidade da greve.

A paralisação que durou oito dias manteve cerca de 40% do efetivo trabalhando normalmente em todo país em resposta à uma determinação feita pelo TST. A categoria afirma que no máximo até a próxima terça-feira as entregas sejam colocadas em dia, visto que os atrasos causados pela greve foram bem menores do que os causados em anos anteriores.

Fonte: O Alvoradense