Crianças participaram do trajeto, que percorreu mais de 20 quilômetros | Foto: Josué Aguiar / Ong Embrião / OA

Realizado há cerca de 20 anos, o Passeio Ciclístico da Colheita da Macela atraiu na madrugada desta sexta-feira (25) em torno de 400 adeptos da bicicleta como transporte alternativo, ecológico e saudável.

O grupo percorreu avenidas, rodovias e trilhas entre Alvorada e Viamão e colheu as flores da planta aromática em uma área rural no caminho. Segundo um dos idealizadores e coordenadores do evento, Josué Aguiar, da organização não governamental Sociedade Cultural e Ambientalista Embrião, a colheita da macela ocorreu antes do amanhecer como determina a tradição. Empresários do ramo ciclístico de Alvorada prestaram apoio à iniciativa.

A saída do tradicional passeio ocorreu na parada 47 da avenida Presidente Getúlio Vargas, e seguiu pela vila Elza até chegar no Autódromo de Tarumã, em Viamão, onde houve breve pausa.

[wp-svg-icons icon=”images” wrap=”b” color=”#dd9933″] Veja as fotos da colheita da marcela

No retorno, outra parada em um bar próximo de uma trilha, em uma região emoldurada por campos e matas. Havia muito ciclistas jovens, mas também casais com os filhos. Cada bicicleta tinha um número de identificação. Alguns veículos prestavam apoio logístico.

Nem a chuva amena afastou o ânimo do grupo que pedalava com entusiasmo pelas estradas da região. Josué Aguiar calculou que todo o passeio somou 22 quilômetros de percurso. Ele observou que o transporte ecológico e sustentável é um dos enfoques da Sociedade Cultural e Ambientalista Embrião.

Fonte: Álvaro Grohmann / Correio do Povo