Corpos das vítimas foram enterrados nesta segunda-feira | Foto: Bruna Kobus/ Jornal O Comércio / OA

Uma tragédia marcou à tarde do último sábado (14). Em Joinville, Santa Catarina, um ônibus despencou de uma ribanceira ferindo oito e matando 51 pessoas. Adultos e crianças estavam indo a um evento religioso em Guaratuba.

Um dos feridos, Brayan Lohan, 2 anos, teve alta no domingo. Outros sete permanecem sob observação no hospital. A suspeita é de que o ônibus transportava mais passageiros do que poderia – 59 pessoas viajavam, em um veículo com capacidade para 51. Sobreviventes também relataram que o freio pode não ter funcionado.

A perícia irá investigar o local, analisando os destroços do ônibus e a pista. Entretanto, a princípio, não há nenhuma marca de freio na estrada. Também farão um exame com o corpo do motorista Cérgio Antônio da Costa, averiguando se ele não teve nenhum problema de saúde no momento do acidente.

Esse foi um dos maiores acidentes rodoviários em estradas brasileiras. O maior já registrado ocorreu em Belo Vale, Minas Gerais, matando 68 pessoas.

Fonte: O Alvoradense