Vendas aumentaram nos supermercados gaúchos | Foto: Tânia Rêgo/ABr/OA

As vendas recordes de carnes para churrasco, flores, panetones, aves e pequenos presentes nos últimos dias resultaram em um crescimento de 9% nas vendas deste Natal, nos supermercados gaúchos, em relação ao mesmo feriado do ano passado.

O resultado superou a previsão de 7% de crescimento apontada pelos supermercadistas em pesquisa realizada em outubro, segundo informações do presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo.

O grande destaque da véspera do Natal foram as carnes para o churrasco do dia 25, com crescimento de 15% em relação ao mesmo período do ano passado. Apesar do bom desempenho, o produto mais vendido no dia 24 foi a caixa de bombom. Mais de 6 milhões de unidades do produto foram comercializadas nas últimas duas semanas pelo setor, um crescimento de 25% em relação ao Natal de 2012.

Outro destaque, as pequenas cestas de presente, com valor máximo de R$ 20,00, registraram incremento de 30% nas vendas. “Estimamos que um em cada três presentes deste Natal tenham sido adquiridos nos supermercados no RS, devido à conveniência de comprá-los junto com os itens para a ceia, às opções de baixo valor, à proximidade de casa e às facilidades de pagamento”, destaca o dirigente.

As flores, outra opção de presente, tiveram um resultado de vendas 25% superior ao registrado no Natal de 2012.

Calendário ajudou o setor
A ocorrência do Natal em uma quarta-feira, ao contrário do ano passado (quando o dia 25 de dezembro caiu em uma terça), possibilitou aos gaúchos um dia a mais para realizarem as suas compras para a ceia natalina.

O presidente da Agas destaca, entretanto, que as vendas recordes do Natal de 2013 não significam que o consumidor não esteja cauteloso. “Percebemos um cliente atento aos preços e promoções, e este ‘dia a mais’ para realizar as compras em 2013 permitiu aos consumidores uma melhor organização e mais pesquisas de preços”, avalia.

Prejudicadas por uma confusão tributária em 2012, as tradicionais aves natalinas registraram crescimento de 9% nas vendas no Natal de 2013. “A indústria oportunizou aves para todos os bolsos e apostou em novos temperos, como ervas e azeites”, afirma o supermercadista. O calor da última semana alavancou a comercialização de bebidas: as cervejas cresceram 8% em relação ao Natal de 2012, e os refrigerantes, 10%.

O crescimento dos panetones, da ordem de 15% na comparação com 2012, foi ocasionado pela antecipação da exposição deste produto – a primeira fornada já estava disponível em setembro em algumas lojas. “Além disso, a indústria criou embalagens especiais que tornaram os panetones uma atrativa opção de presente”, explica Longo.

Setor prepara-se para o Ano-Novo
Com estoques reabastecidos a partir de quinta-feira (26), os supermercados projetam resultado semelhante ao do Natal na semana que antecede o Ano-Novo, quando as lentilhas, a carne suína, o espumante e as demais bebidas serão destaque.

“Não há risco de desabastecimento de nenhum produto, já que o setor se programou com antecedência. Mas recomendamos a antecipação das compras para evitar transtornos e filas nos últimos dias”, explica Longo. Em outubro, levantamento do Instituto Segmento Pesquisas apontou que os gaúchos dão igual importância às festividades de Natal e Ano-Novo.

Fonte: O Alvoradense