2 a 0. Marco Antonio abriu o placar no primeiro tempo e o jogo acabou ganhando. Foto: Divulgação/OA velocidade.

Grêmio completo, Corinthians não. Como mesmo disse o técnico do timão, estava em campo uma equipe imatura. Mas nem por isso eles serão desmerecidos. Foram simplesmente duas bombonas de gols de Marco Antonio e André Lima no primeiro tempo de jogo. Quem estava em campo, além de fazer correria na base defensiva do Corin-gão, viu o goleiro Danilo Fernandes praticamente aceitar as bolas que levou. Não por menos, o Grêmio fecha o final de semana gelado com 2 a 0 em cima do semifina-lista da Libertadores.
Não atrasou e nem adiou. Os gols vieram na quebrada do primeiro tempo. O primeiro, aos 21 minutos, em lançamento longo para a área, Antônio Carlos divide com André Lima dentro da área e a bola sobra limpa para o meio-campista do Grêmio arrematar, de primeira. Por mais que o goleiro espalmasse, lá estava o rebote para Marco Antonio finalizar. Já o segundo foi com a mesma figura que iniciou o passe do primeiro gol. André Lima, com toda a força, despista a defesa e trai os colegas de profissão que tentavam tirar a redonda dali.

A partida foi marcada pela volta da melhor contratação gremista do ano. Kleber Gladiador, depois de passar pelo tratamento delicado, retornou no segundo tempo de partida e já demonstrou vontade.
Danilo Fernandes quase fez a felicidade gremista ao dar rebote num chute que quase apresenta o gol do camisa 30. Houve, inclusive, um pênalti não marcado em cima do atleta. O que em nada prejudicou o placar, apenas o saldo é que não foi “rechonchudado”. Para desgosto da torcida, quem quase apronta o susto do gol de honra foi o ex-jogador do Grêmio Douglas, o qual levou uma chuva de vaias na sua entrada, sua saída e a cada passe de bola dele. O Tricolor agora pula para terceiro na tabela do Brasileiro. Se o campeonato terminasse hoje, o Corinthians sofreria o seu segundo rebaixamento.
Visivelmente focado para a Libertadores, o clube paulista está poupando seus melhores jogadores para o jogo contra o Santos de Neymar, que possui 3 títulos da modalidade.

Já o Grêmio pega o Palmeiras na Copa do Brasil. Um belo reencontro com o gremista de fato e de direito Felipão, que comanda os verdinhos. Olímpico lotado certamente.

Grêmio: Victor; Gabriel, Werley, Vilson, Pará; Fernando (Gilberto Silva), Souza, Léo Gago, Marco Antonio (Rondinelly); Miralles (Kleber), André Lima.

Corinthians: Danilo Fernandes; Welder, Carlos Antônio, Wallace, Fábio Santos; Marqui-nhos, Willian Aragão (Ramon), Adilson, Dou-
glas (Romarinho); Willian, Elton.

Fonte: O Alvoradense