Com vitória de 2x0 sobre o Santos Gr}emio garante lugar nas quartas de final da competição | Foto: Grêmio / Divulgação / Especial OA
Com vitória de 2×0 sobre o Santos Gr}emio garante lugar nas quartas de final da competição | Foto: Grêmio / Divulgação / Especial OA

Foi dramático. Mas o Grêmio está garantido nas quartas de final da Copa do Brasil. O gol da classificação veio apenas aos 42 minutos do segundo tempo com Werley, garantindo os 2 a 0 diante do Santos, na Arena. O adversário será o Corinthians, que eliminou o Luverdense.

Como se espera de um time que precisa reverter uma desvantagem e joga em casa, o ímpeto inicial gremista foi grande. Logo com 30 segundos, Barcos já havia cavado o primeiro escanteio da partida. Seriam outros três até os dez minutos. A pressão durou até os 20 minutos. Encurralado, o Santos defendia-se bem, tanto que Aranha teve quase nenhum trabalho.

Os paulistas apostavam em um contra-ataque. E por pouco ele não veio aos 21 minutos. Eram três santistas contra três gremistas. Montillo puxou o contragolpe e serviu Thiago Ribeiro. Prestes a entrar na área, o atacante tocou para Gabriel. O jovem de 16 anos até marcou, mas estava impedido.

Logo depois, o meia argentino sentiu uma lesão muscular e teve que sair de campo. O Santos perdia a sua referência técnica em campo, porém o seu substituto, aos 28, assustou a zaga gremista. Léo Cittadini subiu sozinho, no meio de Werley e Bressan, e quase fez de cabeça.

O Grêmio já não atacava como antes e tinha um adversário perigoso nos contragolpes. Na segunda etapa, Bressan por pouco não entregou a classificação de mão beijada. O zagueiro recuou mal, aos 6 minutos, Gabriel tomou a bola, mas concluiu mal na saída de Dida.

Três minutos depois veio o primeiro gol. Quando Renato já havia chamado Maxi Rodríguez, Barcos fez grande jogada pela esquerda e deu uma de garçom. Serviu Souza que vinha de trás: 1 a 0. Um gol para qualquer lado representava a eliminação. Por isso, os dois times tomavam todos os cuidados.

Quando a disputa parecia encaminhar-se para as penalidades, aos 42 minutos, Pará tabelou com Maxi Rodríguez e cruzou para o meio da área. Como um centroavante, Werley escorou. Era o gol da classificação. A Arena explodiu em alegria. As informações são do Correio do Povo.

Fonte:  O Alvoradense