Os advogados de um dos réus da Operação Cartola solicitaram que o processo seja julgado pela Justiça Federal. A justificativa é que parte dos recursos supostamente desviados era de verbas da União.

Atualmente o processo está no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS). O Ministério Público vai analisar o pedido e emitir um parecer, que deverá ser julgado pelo TJ.

Na prática a medida representa mais um entrave para o julgamento de todo o processo, que ainda não tem data para acontecer.

Operação Cartola
Em julho de 2011, a chamada Operação Cartola foi deflagrada pela Polícia Civil do RS. Segundo as investigações, haveria um suposto esquema de contratação fraudulenta e superfaturamento de serviços prestados por empresas de publicidade junto a Prefeituras Municipais. As fraudes teriam desviado cerca de R$ 30 milhões dos cofres públicos, desde 2008.

As investigações iniciaram em setembro de 2010, após denúncia ao Ministério Público de Contas. Em maio deste ano o Tribunal de Justiça aceitou a denuncia contra os 30 envolvidos, que passaram a responder processo criminal.

Fonte: O Alvoradense