SMS confirma mais duas mortes e total de óbitos da Covid-19 chega a 6 em Alvorada

Vítimas são uma mulher de 45 anos e um homem de 57

1592

No mesmo dia em que passam a vigorar novas medidas no combate à Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde de Alvorada (SMS) confirmou mais duas mortes de pacientes infectados pelo novo coronavírus na cidade.

Com os novos registros, agora são seis as vítimas fatais na cidade. Confira dados sobre a Covid-19 em Alvorada clicando aqui.

As vítimas, segundo a pasta, é uma mulher de 45 anos, moradora do bairro Piratini. Ela se encontrava internada na Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre, e um homem de 57 anos, morador do Jardim Alvorada. Ele estava internado no Hospital de Clínicas.

Ontem a cidade chegou a 224 casos confirmados de contágio, após confirmar mais 52 novos infectados, a maior quantidade para um dia desde o início da pandemia.

A Secretaria Municipal da Saúde esclarece, contudo, que os relatórios são passados diariamente ao Estado e somente divulgados quando a Secretaria Estadual de Saúde também o faz. Por este motivo há casos de acúmulo de novos pacientes.

Centro de Saúde concentra atendimentos

Para tentar conter a pandemia na cidade, e ter um maior controle dos casos, a Secretaria Municipal da Saúde concentrou os atendimentos no Centro Intermediário de Saúde, próximo à Smed. Ali estão as equipes preparadas para identificar casos, que fazem atendimento domiciliar e prontas a orientar a população. Há ainda um número de telefone para esclarecer dúvidas 51 3199.9330.

A Saúde implementou ações no combate ao novo coronavírus, como a abertura de contrato emergencial para contratação de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, preparando o município para o ápice da pandemia que pode vir com a chegada do inverno; criação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19; instalação de gabinetes informativos em pontos estratégicos da cidade; realização de Lives informativas e de orientação sobre à Covid-19; ampliação do horário e dias de atendimento no Centro Intermediário de Saúde para sintomáticos respiratórios: sábados, domingo e feriados, das 8h à 17h e visita domiciliar para acompanhamento dos casos notificados.