Lojas que possuem o lote contaminado devem retirar produtos das gôndulas | Foto: Divulgação/OA
Lojas que possuem o lote contaminado devem retirar produtos das gôndulas | Foto: Divulgação/OA

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) detectou a presença de pelos de roedores em embalagens do catchup da marca Heinz após análise em laboratório.

O órgão de vigilância sanitária determinou que o lote 2K04 do produto (com validade prevista para janeiro de 2014) seja retirado imediatamente de todas as lojas.

Em fevereiro, a Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) pediu à Anvisa a retirada preventiva do mercado do lote 2C30 do catchup, de 397 gramas, após ter encontrado pelos de roedor no produto, após análise microcóspica em amostras compradas no interior paulista. A empresa negou as irregularidades e questionou os testes.

Na época, a Anvisa informou que não iria retirar o produto do mercado porque o teste foi realizado por um órgão não oficial. Considerou ainda insatisfatórios os laudos da avaliação do produto. Os novos testes foram feitos no Instituto Adolfo Lutz, em Santo André (SP). O produto com problemas foi fabricado no México.

De acordo com a assessoria de imprensa da Anvisa, clientes que compraram catchups do lote com problemas devem descartar o produto imediatamente. Todos os comércios do País serão notificados pela Vigilância Sanitária local. Quem descumprir será multado. A Proteste também solicitou uma inspeção imediata na Quero Alimentos, responsável pela importação e revenda do catchup Heinz no Brasil.

A Heinz Brasil disse, por meio de nota, que os produtos trazidos para o Brasil são produzidos com a mais alta qualidade e com ingredientes naturais, de acordo com as normas sanitárias do país de origem, bem como normas internacionais. Ainda segundo a empresa, os lotes citados pela Anvisa e Proteste não estão mais em circulação e que a Heinz “está levando a sério esta questão e está analisando os aspectos levantados”. As infomações são da Folha de São Paulo.

Fonte: O Alvoradense