Fauna e flora são monitoradas nas estações de tratamento de esgoto

Aparecimento de diversas espécies confirmam a preservação da biodiversidade

63
Foto: Comunicação Ambiental Metrosul / Divulgação / OA

Além de prestar serviço de tratamento de esgoto e afluentes, a empresa Ambiental Metrosul tem responsabilidade ambiental, aplicada por meio de práticas de trabalho adequadas, com o compromisso de zelar permanentemente pela proteção e a preservação do ambiente, mantendo o equilíbrio e o convívio com a fauna e a flora presentes nas unidades nos municípios atendidos pela Metrosul, incluindo Alvorada.

São muitas as situações em que os funcionários se deparam com animais no entorno das estações de tratamento e de bombeamento de esgoto. Entre eles cágado-cinza, cobra-verde, quero-quero, tartaruga tigre-d’água, gambá de orelha branca, ouriço-cacheiro, biguá, capivara, morcego e outros encontrados também nas unidades de Cachoeirinha, Esteio e Gravataí.

Para atestar que as atividades da empresa não prejudicam a biodiversidade das regiões em que estão instaladas, vistorias ambientais são realizadas periodicamente e, a cada análise, percebe-se um número maior de espécies. Conforme a engenheira ambiental da Metrosul, Fernanda Cenci, isso já pode ser atribuído à recuperação do meio ambiente nesses locais. “A implantação de novas tecnologias que minimizam os odores nos locais, bem como a melhora da qualidade do efluente que é devolvido aos mananciais têm colaborado cada vez mais para o retorno de espécies a esses ambientes”, ressalta.

Com o monitoramento frequente também é possível identificar os tipos de espécies, quais utilizam determinadas áreas e as ameaçadas de extinção, auxiliando na promoção de iniciativas que contribuam ainda mais na preservação do meio ambiente.