Cerca de 380 moradores tiveram que deixar suas casas devido a fumaça | Foto: James Tavares/Secom/OA
Cerca de 380 moradores tiveram que deixar suas casas devido a fumaça | Foto: James Tavares/Secom/OA

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, decretou situação de emergência nesta quarta-feira (25) na cidade de São Francisco do Sul, no litoral catarinense, em função do incêndio de grandes proporções que atingiu uma fábrica de fertilizantes.

• VÍDEOS: Internautas flagram incêndio
• GALERIA: Veja fotos da fumaça

A explosão no depósito aconteceu por volta das 22 horas da terça-feira (24) e o fogo atingiu o local durante toda a madrugada.

A fumaça produzida pela explosão se espalhou por cinco municípios do estado vizinho, mas, segundo o governo catarinense, não é tóxica – e sim oxidante.

Um lote de 300 máscaras especiais foi distribuído para as pessoas que atuam diretamente no combate e controle às chamas. A Marinha do Brasil também repassou máscaras para a população ainda durante a madrugada, de forma preventiva.

Segundo o secretário da Defesa Civil do Estado, Milton Hobus, se inalada, a fumaça provoca coceira na garganta. A orientação das autoridades catarinenses é para que as pessoas se mantenham distantes da área no raio de dois quilômetros, pelo menos.

Ao menos 380 pessoas foram retiradas de casas próximas ao local do acidente. Outras 50 foram levadas para os hospitais da região com algum grau de intoxicação.

No galpão estavam armazenadas cerca de 10 mil toneladas de fertilizantes à base de nitrato de amônio.

Mais de 200 pessoas trabalham no combate às chamas desde a madrugada de terça-feira | Foto: James Tavares/Secom/OA
Mais de 200 pessoas trabalham no combate às chamas desde a madrugada de terça-feira | Foto: James Tavares/Secom/OA

Fonte: O Alvoradense