Em jogo marcado por luto às vítimas de Santa Maria, Inter empatou sem gols com o Nóia | Foto: Alexandre Lops / Inter / OA

O Internacional empatou sem gols com o Novo Hamburgo na tarde desta quarta-feira, no Estádio Vieirão, em Gravataí, pela quarta rodada do Gauchão. O time colorado teve amplo domínio ao longo da partida, criou várias chances de gols e por pouco não chegou à vitória.

Antes da partida, os jogadores do Inter entraram em campo vestindo uma camiseta de luto em homenagem às vítimas da tragédia em Santa Maria.

O jogo também marcou a estréia de Dunga à frente do comando técnico do Inter. O treinador escalou o time titular com base no que havia treinado durante a pré-temporada na Serra Gaúcha. Índio, Kleber e Ygor, lesionados, ficaram de fora da primeira partida da equipe principal na temporada 2013. A novidade foi Fred exercendo a função de segundo volante no time que foi escalado com: Muriel; Gabriel, Rodrigo Moledo, Ronaldo Alves e Fabrício; Willians, Fred, Dátolo e D’Alessandro; Forlán e Damião.

No próximo domingo, dia 3, às 17h, o Inter enfrentará o Grêmio no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim. O Colorado soma dois empates e uma vitória no campeonato estadual.

Pressão no 1º tempo

O duelo no Vieirão começou com intensa movimentação do setor ofensivo do Inter. Trocando passes de forma rápida e constante, o time colorado dava trabalho à marcação do Nóia, que muitas vezes acabava cometendo faltas duras.

Apesar do maior volume de jogo, o time de Dunga conseguiu a primeira finalização somente aos 8 minutos, em cobrança de falta de D’Alessandro que exigiu boa defesa do goleiro Gott para escanteio. Na sequência, a bola se ofereceu para Rodrigo Moledo no interior da área, mas, desequilibrado, o zagueiro concluiu por cima do travessão. Aos 12 minutos, Paulinho Macaíba roubou a bola na intermediária e chutou fraco para defesa tranquila de Muriel.

Com muita entrega em campo, do atacante ao zagueiro, o Inter marcava com eficiência e buscava o gol de forma objetiva. Aos 15 minutos, o estreante Gabriel fez boa jogada e acionou Leandro Damião, que chutou colocado buscando o ângulo esquerdo. Porém, a bola saiu pela linha de fundo. Após quatro minutos, após boa tabela, D’Alessandro chutou de fora da área e Gott espalmou para o lado.

A pressão era toda do Campeão de Tudo. Aos 25 minutos, Fabrício fez grande jogada individual e chutou com a perna direita buscando o cantinho, mas o goleiro do Novo Hamburgo evitou o gol colorado. Em excelente triangulação, Dátolo recebeu na áera e chutou em cima de Gott aos 34 minutos. Logo depois, Forlán experimentou de longa distância e o goleiro adversário defendeu em dois tempos, com dificuldades.

Até os instantes finais do primeiro tempo, o Inter seguiu rondando o gol, mas não conseguiu furar o bloqueio do Novo Hamburgo, que praticamente abdicou de atacar – chutou apenas uma vez a gol em todo o primeiro tempo.

Inter cria chances, mas gol não sai

Fred em ação no primeiro jogo da temporada 2013 | Foto: Alexandre Lops / Inter / OA
Fred em ação no primeiro jogo da temporada 2013 | Foto: Alexandre Lops / Inter / OA

Na etapa final, o Inter manteve o ritmo forte no ataque. Logo no primeiro minuto, Damião chutou de fora da área, ao lado esquerdo do gol. O Nóia também ameaçou no minuto seguinte, em chute de Fábio Gomes que passou rente à trave esquerda. Aos 5 minutos, Ronaldo Alves desviou de cabeça uma cobrança de escanteio e a bola raspou o travessão. Forlán quase abriu o placar, em chute cruzado, sem ângulo, que passou muito perto do gol. O atacante uruaguaio mostrou qualidade no domínio de bola que precedeu a finalização.

Assim como havia sido no primeiro tempo, o Inter estava mais próximo de marcar. Aos 20 minutos, D’Alessandro cruzou da direita e Damião, livre de marcação no segundo poste, cabeceou para fora. Cinco minutos mais tarde, o camisa 9 exigiu boa defesa de Gott. No lance seguinte, Rodrigo Moledo chutou de fora da área e a bola passou perigosamente por cima do gol.

Aos 32 minutos, Dunga promoveu a primeira mudança, colocando Gilberto no lugar de Forlán, que deixou o campo bastante aplaudido pelos torcedores. Aos 36 minutos, Hélder foi para o jogo no lugar de Gabriel e também estreou com a camisa colorada. No minuto seguinte, D’Alessandro foi agredido por Léo Fortunato. O árbitro assistente percebeu a ação maldosa e indicou a expulsão do jogador para o árbitro principal. Aos 40 minutos, João Paulo entrou no lugar de Dátolo.

O Inter insistiu até o apito final, e aos 44 minutos Damião chegou a marcar um gol, mas foi anulado pela arbitragem, que assinalou toque de mão do atacante. Fred e D’Alessandro também tiveram boa chances nos sete minutos de acréscimos, mas o placar ficou mesmo no 0 a 0.

Empate sem gols marcou a estreia do técnico Dunga à frente do time colorado | Foto: Alexandre Lops / Inter / OA
Empate sem gols marcou a estreia do técnico Dunga à frente do time colorado | Foto: Alexandre Lops / Inter / OA

Taça Piratini – 4ª rodada

Inter 0
Muriel; Gabriel (Helder), Rodrigo Moledo, Ronaldo Alves e Fabrício; Williams, Fred, D’Alessandro e Dátolo (João Paulo); Forlán (Gilberto) e Leandro Damião. Técnico: Dunga.

Novo Hamburgo 0
Gott; Carlinhos (Lucas Santos), Léo Fortunato, Baggio e Lucas; Roberto Lopes, Fábio Gomes, Vinícius (Tiago) e Zabotto; Paulinho Macaíba (Carlos Eduardo) e Guilherme. Técnico: Itamar Schulle.

Cartões amarelos: Rodrigo Moledo, Willians; Zabotto, Roberto Lopes, Paulinho Macaíba, Tiago, Léo Fortunato
Expulsão: Léo Fortunato
Árbitro: André Cieslak, auxiliado por José Eduardo Calza e Julio Espinoza de Freitas.
Local: Vieirão, em Gravataí

Fonte: O Alvoradense