Após 11 dias de proibição, a Oi poderá voltar a vender chips de celular em todo Rio Grande do Sul a partir desta sexta-feira. A empresa firmou um compromisso com a Agencia Nacional de Telefonia (Anatel) e prometeu melhorias na rede.

No dia 23 de julho, a Anatel havia suspendido a venda de chips da operadora com os piores índices de qualidade em cada Estado. Além do Rio Grande do Sul, a Oi foi proibida de vender em mais quatro Estados. A Tim, em 18 Estado e no Distrito Federal, e a Claro em três.

Para a diretoria da Anatel as operadoras apresentaram planos de investimentos de melhorias nos serviços que somam R$ 20 bilhões nos próximos dois anos. A Tim informou que pretende aplicar R$ 8,2 bilhões. A Claro apresentou intenção de gastar outros R$ 6,3 bilhões. Já a Oi vai investir R$ 5,5 bilhões.

Além dessas três operadoras a Vivo também discute com o Procon Estadual a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Desde a última quarta-feira, dia 1 o órgão de defesa do consumidor realiza reuniões com as empresas para ajustar os detalhes do documento, que deve ser assinado na próxima quarta-feira, dia 8. O TAC obrigará as operadoras de telefonia a informar os consumidores sobre falhas de cobertura, além de oferecer descontos aos clientes que foram lesados.

 

Fonte: O Alvoradense