Sorteio prometia R$ 280 milhões, mas entregou R$ 246 milhões / Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas / OA

A Caixa Econômica Federal foi atuada pelo Procon por publicidade enganosa com a Mega-Sena da Virada. As propagandas diziam que o prêmio seria de R$ 280 milhões, no entanto, os ganhadores dividiram aproximadamente R$ 246 milhões.

O valor é estimado cerca de 90 dias antes do sorteio. A Caixa alega que essa variável constava nas peças publicitárias, embora que em letras miúdas. Pela pouca exposição desta observação de que era apenas uma estimativa, o Procon do Rio de Janeiro autuou a Caixa nesta segunda-feira (4).

A margem de erro esperada no valor total do prêmio deveria estar entre 2% e 3%, sendo aceitável até 10%. Os R$ 246 milhões sorteados, todavia, contabilizam 12% menos do que os R$ 280 milhões estimados. A Caixa tem 15 dias úteis para apresentar uma defesa.

Fonte: O Alvoradense