Com ônibus transitando a 30km/h houve congestionamentos nos corredores das avenidas Farrapos, Protásio e Osvaldo Aranha | Foto: Reprodução RBSTV
Com ônibus transitando a 30km/h houve congestionamentos nos corredores das avenidas Farrapos, Protásio e Osvaldo Aranha | Foto: Reprodução RBSTV / OA

Os rodoviários de Porto Alegre decidiram nesta manhã que não farão Operação-tartaruga nesta sexta-feira (17). A decisão foi tomada em reunião na sede do sindicato, no bairro Cidade Baixa. De acordo com o presidente da categoria, Júlio Gamaliel, os trabalhadores vão aguardar até a próxima segunda (20), quando haverá um encontro com o Sindicato das Empresas de Ônibus de Porto Alegre (Seopa) para uma nova rodada de negociações.

Na quinta-feira (16), os rodoviários realizaram a segunda operação-tartaruga em uma semana na Capital. A partir das 17h30min, os motoristas dos coletivos passaram a trafegar a 30km/h nos corredores das avenidas Farrapos, Protásio Alves, Osvaldo Aranha e João Pessoa. O movimento ocorreu no sentido bairro-Centro e gerou longa espera nas paradas para quem queria voltar para casa, devido à demora para o retorno dos coletivos.

O protesto foi mantido até as 19h. A operação ocorreu como forma de protesto pelas multas que condutores recebem ao ultrapassar o limite de velocidade, além de pressão às vésperas da realização de greve.

Na última quarta (15), condutores e cobradores realizaram a primeira operação-tartaruga, o que levou os ônibus a circularem com a metade do limite de velocidade. Filas extensas foram registradas em corredores como os das avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves.

Fonte: Correio do Povo