O Desembargador Gaspar Marques Batista, da 4ª Câmara Criminal do TJRS, indeferiu o pedido feito pelo Ministério Público de prisão preventiva e afastamento do Prefeito de Alvorada, João Carlos Brum. Também foram negados pedidos de prisão preventiva de outros denunciados na Operação Cartola.

Prematuro, nesta fase, com os elementos que se têm até o momento, pensar em privar da liberdade qualquer dos denunciados, ou afastar o Prefeito Municipal. A questão poderá ser analisada pelo Colegiado, quando da deliberação sobre o recebimento da denúncia, decidiu o Desembargador relator.

Denúncia

Além do Prefeito de Alvorada, também foram denunciados pelo MP os Prefeitos de Canela, Constantino Orsolim, e de Parobé, Gilda Maria Kirsch. Todos estariam envolvidos em um esquema de subcontratações e compras superfaturadas com uma empresa de marketing.

Os denunciados vão ser notificados, tendo o prazo de 15 dias para resposta escrita. Após, a Câmara julgará o recebimento, ou não, da denúncia.

 

Fonte: O Alvoradense