Ainda nesta terça-feira ,na Assembleia Legislativa,  será apreciado o projeto de reajuste do magistério gaúcho, ao contrário do que propôs o deputado Márcio Biolchi (PMDB), que queria que a votação fosse adiada para semana que vem. Durante reunião de líderes, os deputados não aprovaram a contraproposta dos professores para pagamento em parcela única dos 23,5% oferecidos pelo Executivo.

Mais de mil professores de várias regiões do Estado se concentraram na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, no Centro de Porto Alegre. Com essa paralisação dos professores, pelo menos sete escolas  tiveram hoje suas atividades suspensas em Alvorada.

 

Fonte:  O Alvoradense