Teori Zavascki (foto) determinou que Moro deve enviar investigações da Lava Jato ao STF | Foto: Nelson Jr./SCO/STF/OA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tornará a ser investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão do ministro Teori Zavascki, na noite desta terça-feira (22), faz com que o juiz federal Sérgio Moro encaminhe ao STF as investigações da operação Lava Jato que envolvem Lula.

A determinação do ministro Gilmar Mendes de que as investigações permaneceriam com Moro não é mais válida. Contudo, a parte da decisão que suspende a nomeação do ex-presidente à Casa Civil permanece.

Agora será responsabilidade do Supremo Tribunal Federal investigar as construtoras envolvidas em corrupção na Petrobras. A suspeita é de que Lula teria recebido favores destas empresas, que estariam ligados à reforma de um sítio em Atibaia e de um triplex em Guarujá.

Zavascki também determinou o sigilo dos grampos, que Sérgio Moro havia divulgado em parte. O juiz federal tem dez dias para prestar explicações ao STF sobre a retirada do segredo de Justiça das investigações.

A decisão do ministro Teori Zavascki atendeu aos pedidos da Advocacia Geral da União (AGU). A parte da defesa do governo crê que Moro não poderia ter quebrado o sigilo das conversas.

Fonte: O Alvoradense