Plínio Zalewski estava desaparecido | Foto: Divulgação

Um dos coordenadores da campanha de Sebastião Melo à prefeitura de Porto Alegre, Plínio Zalewski, de 53 anos, foi encontrado morto no banheiro da sede municipal do PMDB, na avenida João Pessoa, no bairro Cidade Baixa, na tarde desta segunda-feira (17). Plínio era coordenador do programa de governo do candidato do PMDB.

A polícia diz que o quadro é compatível com suicídio. Ele estava desaparecido desde domingo.

A morte impôs luto na campanha eleitoral em Porto Alegre, que já vinha ganhando tom efusivo. Tão logo a morte foi confirmada, Melo e Nelson Marchezan Júnior (PSDB) suspenderam as atividades eleitorais por 24 horas.

A morte ocorreu horas após o atentado a tiros ao comitê de Marchezan, na madrugada de segunda-feira, e a suposta invasão de integrantes da equipe tucana à sede do PMDB, no sábado.

Confira a nota emitida pelo PMDB:

Nota de pesar pelo falecimento de Plinio Alexandre Zalewski Vargas

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), por seu Diretório municipal de Porto Alegre, expressa profundo pesar pelo trágico falecimento do seu valoroso companheiro de lutas Plinio Alexandre Zalewski Vargas e solidariza-se com seus familiares, inúmeros amigos e companheiros de caminhada.

Plínio tem uma história dedicada ao desenvolvimento do Rio Grande do Sul, com especial foco na cidade de Porto Alegre, sendo reconhecido pelo seu trabalho comprometido e leal. Atualmente contribuía de forma valorosa como um dos coordenadores do Plano de Governo da campanha de Sebastião Melo a prefeito de Porto Alegre.

O Diretório municipal do PMDB, diante deste triste episódio, declara luto, suspendendo por 24 horas as atividades partidárias e eleitorais.

Antenor Ferrari

Presidente do Diretório municipal do PMDB de Porto Alegre

Confira a nota emitida pelo PSDB:

NOTA DE PESAR

O candidato Nelson Marchezan Júnior e a coligação “Porto Alegre Pra Frente”, lamentam, com profundo pesar, a morte trágica de Plínio Vargas Zalewski, um dos coordenadores da campanha de Sebastião Melo. Em solidariedade e respeito à família, amigos e ao PMDB, a coligação suspende temporariamente qualquer atividade de campanha eleitoral. A coligação não veiculará o próximo programa eleitoral gratuito de hoje à noite e pediu a não veiculação das inserções nas próximas 24 horas de rádio e televisão.

Fonte: O Alvoradense